Quando nos tornamos mãe?

Crescemos acreditando que para ser mãe ou pai é preciso ter um filho nos braços.

Ué, mas isso não é realidade? Como aquele ditado, “quando nasce um filho, nasce uma mãe”?

Partindo daí já fica tudo muito subjetivo, pois se essa é uma verdade absoluta, como nos sentiremos em relação aos filhos através da adoção? Pois as vezes eles nascem muito antes do dia em que os conhecemos, e como fica esse “bom e velho” ditado, se na maioria das vezes nem sabemos a idade deles..então se meu filho chegar com 10 anos, fazem 10 anos que eu virei mãe? Será que da para virar mãe sem saber? Ou esse ditado só serve para as mães biológicas? Mas mãe não é mãe e pronto?

Quanta coisa a se pensar e indagar né?

É muito louco, como a cada “ditado” que ouvimos, somos inseridos em pensamentos tão restritivos que podem virar preconceituosos com facilidade!

O fato é que às vezes uma mãe quando engravida pode achar que ela só será mãe quando o seu filho sair da barriga, assim como também acontecem muitos casos de apenas nascer um filho e não uma mãe, por isso a necessidade de se achar pais para esse filho, como eu disse acima,  é tudo muito subjetivo, e não é um “bom e velho” ditado que pode e vai fazer disso uma regra.

Mas uma coisa da para ser aplicada como regra, NOS TORNAMOS MÃE(ou pai) QUANDO DESEJAMOS UM FILHO, seja da forma que for, isso nos faz pai e mãe, simples assim.

Quando nos bate aquele desejo incontrolável, aquela ansiedade de ter os filhos nos braços, de ver ele crescer na barriga ou fora dela, de pensar aonde eles estão nos esperando, se estão bem, se nos amarão tanto quanto nós já os amamos, mesmo muitas vezes sem nenhum indício da barriga crescer ou de precisão de quando seu telefone vai tocar e seus filhos vão chegar..NESSE MOMENTO VOCÊ SE TORNA MÃE!..e mesmo que todos possam achar que isso não é verdade, que sem filhos presentes não se pode ser mãe, você sabe, você sente e já carrega eles dentro de você, já olha de maneira diferente e já quer deixar o mundo melhor para a chegada deles, já defende eles e como eles chegarão como uma leoa defende seus filhotes, porque você já se tornou mais forte por eles, a sua luta agora faz sentido.

Você não esta mais sozinha: PARABÉNS MAMÃE!

 

(Obs.: Serve para os papais tbm!..kkk)

4 comentários em “Quando nos tornamos mãe?

  1. Eu acho que o amor materno eu já tenho. Ele só não tem um destinatário definido, ainda.
    Na falta do “bebê crescendo” para amar, a gente só ama… Pra mim ser gestante do coração é isso: gerar amor! ( E vale para os papais também. rs.)
    Bjos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s